domingo, agosto 20

Notícias

Rio Claro faz campanha pela presença da comunidade LGBT nos estádios

Rio Claro faz campanha pela presença da comunidade LGBT nos estádios

Futebol
Clube divulga apoio por meio de uma publicação nas redes sociais O Rio Claro entrou na briga pela defesa da comunidade LGBT nos estádios de futebol. Por meio das redes sociais, o clube faz uma campanha pedindo para que todos torcedores compareçam ao jogos no estádio Dr. Augusto Schmidt Filho. Além de chamar a torcida LGBT para acompanhar as partidas em casa, o Rio Claro também deixa claro que reprime atitudes homofóbicas, como o grito de "bicha" dos torcedores no momento em que o goleiro cobra o tiro de meta. Campanha do Rio Claro nas redes sociais Foto: Reprodução Nas redes, o clube recebeu apoio e críticas pela iniciativa, enquanto alguns torcedores, até de outros clubes, parabenizavam a campanha, outros usavam expressões como "o futebol morreu" e "v
CDG Brasil, IGLTA e Rio CVB unem forças para trazer Gay Games ao Rio

CDG Brasil, IGLTA e Rio CVB unem forças para trazer Gay Games ao Rio

eventos, Nacional
Nesta sexta-feira (03) a International Gay and Lesbian Travel Association (IGLTA) assinou um acordo com o Comitê Desportivo LGBT do Brasil (CDG Brasil) para incentivar a prática desportiva no próprio nicho e reforçar o apoio de trazer o Gay Gamespara a cidade do Rio de Janeiro em 2026. “Essa reunião é o primeiro passo. Queremos, a partir de agora, conversar com órgãos e empresas do turismo com a finalidade de realizar parcerias e obter o apoio necessário para fomentar o esporte, o turismo e trazer um evento importante para o Brasil”, disse  Clovis Casemiro, coordenador da IGLTA no Brasil. Carlos Nascimento , Rio CVB; Érico dos Santos (CDG Brasil) e Clovis Casemiro (IGLTA) Mesmo com as mudanças no âmbito político que irão acontecer ao longo dos próximos nove anos, existe um otimis
Estádio do Orlando City presta homenagem às vítimas da boate Pulse

Estádio do Orlando City presta homenagem às vítimas da boate Pulse

Futebol, Internacional
7 meses após o massacre, as pessoas ainda mostram compaixão e continuam a prestar homenagens às vítimas do massacre na boate LGBT, Pulse, em Orlando. O atentado, que aconteceu no dia 12 de Junho do ano passado, matou quase 50 inocentes e teve a autoria assumida pelo Estado Islâmico. Para lembrar dessas jovens almas, a equipe do Orlando decidiu divulgar imagens de um setor da arquibancada do Downtown Stadium com 49 cadeiras pintadas com as cores da bandeira do arco-íris, que remete a bandeira LGBT. O clube também fez uma referência a data da tragédia, escolhendo o setor 12 para tal homenagem. Fonte: //www.superpride.com.br/2017/01/estadio-do-orlando-city-presta-homenagem-as-vitimas-da-boate-pulse.html
Cuba bate EUA e conquista o título da Liga Gay de Voleibol Amazonense

Cuba bate EUA e conquista o título da Liga Gay de Voleibol Amazonense

Nacional, Voleibol
A equipe de Cuba conquistou o tricampeonato da Liga Gay de Voleibol Amazonense. Neste sábado, o time venceu os Estados Unidos por 3 a 1, na quadra da escola Adelaide Tavares de Macedo, em Manaus, e levantou a taça da 25ª edição do torneio. A Nigéria bateu a África do Sul pelo mesmo placar e ficou com a medalha de bronze. A ''seleção latina'' chegou na decisão após eliminar, com certa facilidade, os sul-africanos, sem ter cedido um set sequer aos adversários. Já os norte-americanos haviam desbancado os atuais campeões e favoritos, Nigéria, por 3 sets a 1. Os cubanos somam três títulos da Liga Gay. O último havia sido conquistado apenas em 2009. Em 2016, eles voltaram a ser campeões após seis edições do campeonato. Com o título, os atletas comandaram a lista da Seleção do Campeonato, c
Conheça a Liga Gay de Vôlei – Campeonato acontece no Amazonas

Conheça a Liga Gay de Vôlei – Campeonato acontece no Amazonas

Nacional, Voleibol
Todos os anos, desde 1992, a cidade de Manaus recebe a Liga Gay de Vôlei, um campeonato organizado para dar espaço aos atletas homossexuais e seus times. Com nomes de seleções nacionais - a final de 2015 foi entre Ucrânia e Nigéria, os times são divididos em chaves e competem, em meio de muito afronte, coreografias, torcida e gritaria. Sim, o afronte faz parte do regulamento e ajuda a deixar o jogo mais pegado e engraçado. O campeonato ganhou maior repercussão no último ano porque contou com a divulgação das inscrições através do Globo Esporte. O programa também fez uma matéria sobre a final do torneio, que bombou na internet. Para você conhecer um pouquinho mais, a Lado A traz a história dos mais de 20 anos de tradição: História Agenor Peixoto, criador do evento, conta
Amazonas terá segunda edição  da Copa Gay de Futebol

Amazonas terá segunda edição da Copa Gay de Futebol

Futebol, Nacional
  Nova edição do torneio contará com eleição de musas e rainhas  Depois da edição de estreia em 2014, ano da Copa do Mundo do Brasil, a Copa Gay de Futebol deve ganhar nas próximas semanas uma segunda edição em Manaus. Uma das novidades deste torneio é o concurso de musas e rainhas. “Vai ter concurso de beleza. Cada time é obrigado a levar a musa e a rainha do campeonato. Agora a musa e a rainha têm que jogar, não pode só dar pinta, não”, disse Júnior Leocádio, o “Pedrita”, um dos organizadores do torneio, ao jornal A Crítica. Além do concurso de musas, Pedrita diz que o torneio servirá também para montar a seleção amazonense de futebol gay, que, ao final do torneio, disputará um amistoso interestadual contra o time paraense Divas. “Queremos fazer um amistoso de
Copa Gay de Manaus é chute no preconceito

Copa Gay de Manaus é chute no preconceito

Futebol, Nacional
Torneio de futebol amador reúne uma turma que, definitivamente, merece a camisa 10 Depois de sediar a Copa do Mundo, Manaus recebeu outra Copa (Foto: Winnetou Almeida/A Crítica) Depois de sediar a Copa do Mundo, Manaus recebe outra Copa. É verdade que essa não tem a mesma estrutura do torneio organizado pela Fifa. A vantagem é que ninguém precisa sofrer para comprar ingressos pela internet, porque o espaço é gratuito e bem mais democrático. No que diz respeito ao gramado… Bom, esqueça o tapete verdinho e bem cuidado. Aqui o campo é de várzea. Tem areia e pedrinhas capazes de machucar pés sensíveis que não calçam chuteira. Aqui também não tem camarote como na Arena da Amazônia, e nem Buffet com pratos sofisticados. Sem problemas. “Cléo Pires” anuncia com um microfone lig
COI muda regra e permite atletas transgêneros na Olimpíada

COI muda regra e permite atletas transgêneros na Olimpíada

Internacional
Operação de mudança de sexo deixa de ser obrigatória   Os atletas transgêneros conquistaram em 2016 uma vitória fora dos campos e das quadras. No começo deste ano, o Comitê Olímpico Internacional mudou sua resolução sobre atletas transexuais em competições oficiais. Segundo a entidade, agora homens podem participar dos eventos da entidade sem nenhuma restrição e as mulheres precisam apenas ter a quantidade de testosterona controlada para poder competir em equipes femininas, mais precisamente não podem ter mais de 10 nanomol por litro (unidade de medida que indica a quantidade da substância por litro de sangue) do hormônio no sangue nos 12 meses anteriores à competição. A necessidade de cirurgia de mudança de sexo não é mais necessária. Mas não vai ser
Meeting de Vôlei Gay do Mato Grosso do Sul 2015

Meeting de Vôlei Gay do Mato Grosso do Sul 2015

Nacional, Voleibol
120 participantes, entre atletas e técnicos, se preparam para a segunda edição do Meeting de Volêi Gay, que começa nessa quinta-feira (8) e vai até o dia 12 de outubro, no ginásio Avelino dos Reis, o “Guanandizão”, em Campo Grande. De acordo com os organizadores, o evento quer dar um basta no preconceito e mostrar que o esporte também é uma ferramenta de combate à homofobia.O coordenador do evento Wilson Anderson de Almeida – o Nando – disse que o nível técnico dos atletas e dos jogos é elevado e alegre. Serão oito equipes participantes, com atletas do sexo masculino, que podem ser gays, heterossexuais, bissexuais ou simpatizantes. “O evento tem o nome 'gay' por que é dirigido para esse público, mas todos podem participar”, pontuou o coordenador Nando. A competição terá equipe
Brasileiro acumula 53 medalhas no Gay Games

Brasileiro acumula 53 medalhas no Gay Games

Internacional
A nona edição dos jogos foi disputada em Cleveland, nos Estados Unidos. Na natação, o destaque ficou com o brasileiro Paulo Figueiredo. O Gay games é a olimpíada gay realizada a cada quatro anos, a nona edição foi disputada em Cleveland nos EUA e contou até com a mensagem do presidente Barack Obama, gravada especialmente para a cerimônia de abertura Segundo a organização, sete mil atletas, de 51 países, disputaram 36 modalidades. Foram oito dias de competição e de festa, escancarada nas coreografias alegres do nado sincronizado. E na graciosa dança esportiva. Nos esportes mais convencionais, ninguém na natação brilhou tanto quanto o brasileiro Paulo Figueiredo. Esta foi a sétima edição de Gay Games que ele disputou. “É uma competição internacional como qualquer outra