segunda-feira, julho 10

Meeting de Vôlei Gay do Mato Grosso do Sul 2015

Resultado de imagem para Meeting de Vôlei Gay
Evento une esporte e luta contra a homofobia. (Foto: Divulgação)
120 participantes, entre atletas e técnicos, se preparam para a segunda edição do Meeting de Volêi Gay, que começa nessa quinta-feira (8) e vai até o dia 12 de outubro, no ginásio Avelino dos Reis, o “Guanandizão”, em Campo Grande. De acordo com os organizadores, o evento quer dar um basta no preconceito e mostrar que o esporte também é uma ferramenta de combate à homofobia.O coordenador do evento Wilson Anderson de Almeida – o Nando – disse que o nível técnico dos atletas e dos jogos é elevado e alegre. Serão oito equipes participantes, com atletas do sexo masculino, que podem ser gays, heterossexuais, bissexuais ou simpatizantes. “O evento tem o nome ‘gay’ por que é dirigido para esse público, mas todos podem participar”, pontuou o coordenador Nando.

A competição terá equipes de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. A abertura dos jogos será às 19 horas dessa quinta-feira. Após a solenidade, que vai contar com a presença de diversas autoridades políticas do Estado, acontecerá uma partida entre a equipe AVQ (Amigos do Vôlei de Quadra) de Campo Grande contra um adversário ainda não definido.

De acordo com Nando, a primeira edição do Meeting de Vôlei Gay contou com um grande público e foi um sucesso. Ele lembra que outras cidades do país, como São Paulo e Manaus realizam eventos dessa natureza, criados para incentivar o esporte e combater o preconceito. Competições com essa temática surgiram após o jogador Michael, que disputava a Superliga de Vôlei Masculino, em 2012, ser hostilizado pelo público ao assumir sua homossexualidade.

Na sexta-feira (9) os jogos começam às 17h, 18h e 19 horas. No sábado as partidas acontecem às 14, 15, 16 e 17 horas. No domingo seguem no mesmo horário do sábado e a grande final acontece na segunda-feira (feriado) às 8 horas. Ainda segundo a organização, os atletas e árbitros usarão uniformes com as cores do arco-íris, símbolo da causa gay no mundo.

A premiação total é de R$ 4 mil, sendo R$ 2 mil para o primeiro lugar, R$ 1.200 para o segundo colocado e R$ 800 reais para o terceiro lugar.

A realização do evento é da FVMS (Federação de Vôlei de Mato Grosso do Sul), com patrocínio de uma empresa de turismo.

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul dará apoio aos jogos por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul). A Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) junto com a SES (Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul) montarão tendas no local dos jogos com orientações diversas sobre saúde, palestras e distribuição de preservativos. Também há o apoio da Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Funesp (Fundação Municipal de Esporte).

As equipes participantes são: The Flower Pink (Rondonópolis – MT); Estrelas Vôlei Clube (Primavera do Leste – MT);
Amigos do Voley de CG da Jockey Clube (Campo Grande – MS); Novo Volley Cebracats (Cuiabá – MT); AVQ (Campo Grande – MS); AVP (Campo Grande – MS); Freedon Star (Campo Grande – MS); Quirinópolis – GO.