domingo, agosto 20

Internacional

World OutGames são cancelados no último minuto deixando muitos atletas LGBT a ver navios

World OutGames são cancelados no último minuto deixando muitos atletas LGBT a ver navios

Internacional
Horas antes da cerimônia de abertura, o World OutGames – um evento esportivo queer internacional que se separou dos Gay Games em 2006 – foi cancelado. Os OutGames deveriam trazer 10.000 atletas LGBTQ para Miami para centenas de eventos ao longo de 10 dias. O cancelamento pode ter custado a cidade de Miami Beach pelo menos US$ 200.000, conforme relatado pelo Miami New Times. No Facebook, os diretores do World OutGames Board postaram: É com profundo arrependimento que, devido aos encargos financeiros, os OutGames mundiais devem cancelar cerimônias de abertura e encerramento e programação esportiva com exceção de aquáticas, dança country e futebol. A Conferência dos Direitos Humanos e os programas culturais continuarão conforme planejado. Agradecemos a todos os que apoiaram o esforço
Pela inclusão no esporte, Manchester United faz parceria com ONG gay

Pela inclusão no esporte, Manchester United faz parceria com ONG gay

Internacional
Intenção do acordo com a ONG Stonewall é desenvolver ações de inclusão do público LGBT no esporte Camisa especial TeamPride celebra parceria de clube inglês com ONG LGBT Foto: Manchester United/Site Oficial Para ajudar a desenvolver ações de inclusão no esporte - e o potencial que ele tem de influenciar a sociedade - o Manchester United anunciou que fechou uma parceria com a ONG Stonewall. Bastante conhecida no Reino Unido, a ONG defende direitos de gays, lésbicas e transgêneros. A parceria foi denominada TeamPride (Time do Orgulho) e envolve até mesmo o empréstimo do histórico estádio do Manchester, Old Trafford, para a realização de uma conferência da Stonewall, a Rainbow Laces (Laços do Arco-Íris), onde o público pode assistir a workshops e palestras sobre inclusão e discri
Jogadora transexual brasileira pode virar caso de Justiça na Itália

Jogadora transexual brasileira pode virar caso de Justiça na Itália

Internacional
Tiffany Abreu foi a primeira trans brasileira a receber autorização da Federação Internacional de Vôlei para jogar com as mulheres Tiffany Abreu, jogadora do Golem Software Palmi A presença de uma jogadora brasileira transexual na segunda divisão do vôlei feminino na Itália tem dado o que falar e pode virar caso de Justiça. Batizada como Rodrigo, Tiffany Abreu tem 32 anos, 1,94m de altura e atua como oposta. De acordo com o jornal "Corriere della Sera", a atleta fez cirurgia para a mudança de sexo em 2014. No entanto, continuou atuando por clubes masculinos até o início de 2017, quando se tornou a primeira jogadora transexual brasileira a receber autorização da Federação Internacional de Vôlei (Fivb) para se juntar às mulheres. No último domingo (19), fez sua estreia
Estádio do Orlando City presta homenagem às vítimas da boate Pulse

Estádio do Orlando City presta homenagem às vítimas da boate Pulse

Futebol, Internacional
7 meses após o massacre, as pessoas ainda mostram compaixão e continuam a prestar homenagens às vítimas do massacre na boate LGBT, Pulse, em Orlando. O atentado, que aconteceu no dia 12 de Junho do ano passado, matou quase 50 inocentes e teve a autoria assumida pelo Estado Islâmico. Para lembrar dessas jovens almas, a equipe do Orlando decidiu divulgar imagens de um setor da arquibancada do Downtown Stadium com 49 cadeiras pintadas com as cores da bandeira do arco-íris, que remete a bandeira LGBT. O clube também fez uma referência a data da tragédia, escolhendo o setor 12 para tal homenagem. Fonte: //www.superpride.com.br/2017/01/estadio-do-orlando-city-presta-homenagem-as-vitimas-da-boate-pulse.html
COI muda regra e permite atletas transgêneros na Olimpíada

COI muda regra e permite atletas transgêneros na Olimpíada

Internacional
Operação de mudança de sexo deixa de ser obrigatória   Os atletas transgêneros conquistaram em 2016 uma vitória fora dos campos e das quadras. No começo deste ano, o Comitê Olímpico Internacional mudou sua resolução sobre atletas transexuais em competições oficiais. Segundo a entidade, agora homens podem participar dos eventos da entidade sem nenhuma restrição e as mulheres precisam apenas ter a quantidade de testosterona controlada para poder competir em equipes femininas, mais precisamente não podem ter mais de 10 nanomol por litro (unidade de medida que indica a quantidade da substância por litro de sangue) do hormônio no sangue nos 12 meses anteriores à competição. A necessidade de cirurgia de mudança de sexo não é mais necessária. Mas não vai ser
Brasileiro acumula 53 medalhas no Gay Games

Brasileiro acumula 53 medalhas no Gay Games

Internacional
A nona edição dos jogos foi disputada em Cleveland, nos Estados Unidos. Na natação, o destaque ficou com o brasileiro Paulo Figueiredo. O Gay games é a olimpíada gay realizada a cada quatro anos, a nona edição foi disputada em Cleveland nos EUA e contou até com a mensagem do presidente Barack Obama, gravada especialmente para a cerimônia de abertura Segundo a organização, sete mil atletas, de 51 países, disputaram 36 modalidades. Foram oito dias de competição e de festa, escancarada nas coreografias alegres do nado sincronizado. E na graciosa dança esportiva. Nos esportes mais convencionais, ninguém na natação brilhou tanto quanto o brasileiro Paulo Figueiredo. Esta foi a sétima edição de Gay Games que ele disputou. “É uma competição internacional como qualquer outra